HOMENAGEM A ANDRÉ LOPES QUE ONTEM FALECEU EM LISBOA

A Federação Portuguesa de Hóquei associa-se a todos aqueles que conheceram o Senhor André Lopes, com ele privaram e dele aprenderam os valores do desporto em geral, do hóquei em particular.

 

A família hoquista está de luto desde ontem, quando aquele que foi um dirigente único numa geração de dirigentes de eleição, que ajudou a criar as bases do edifício que é hoje o hóquei português, nos deixou aos 83 anos.

 

Nascido a 19 de outubro de 1935, foi atleta, treinador, selecionador, diretor de secção, dirigente associativo de Lisboa (vice-presidente e presidente da direção e presidente da assembleia geral) e federativo, o seu último cargo foi o de vice-presidente da Assembleia Geral da FPH.

 

Era desde 2011 sócio honorário, o que o torna, no panteão do hóquei, uma figura intemporal.

 

Adepto incondicional do Belenenses, soube sempre, quando em funções institucionais, ver o hóquei como um fenómeno inteiro e ultrapassar essa paixão em prol do hóquei como um todo. Foi um dos primeiros a sustentar que a existência do hóquei dependeria cada vez mais da sua inserção na escola e defendia também que a modalidade não deveria ter medo de novas ideias e métodos, incentivando os dirigentes a implementá-los.

 

A Federação Portuguesa de Hóquei curva-se perante a memória deste insigne, apresenta a toda a família sentidas condolências e associa-se à memória do Senhor André Lopes, instituindo um minuto de silêncio em todos os jogos deste fim de semana, nos escalões em que houver competição, e nos jogos do próximo, nos restantes escalões, tornando transversal a homenagem da família hoquista a um dos seus maiores.

 

Descanse em paz, Senhor André Lopes.

YOUTUBE

youtube fph banner