Clube Futebol União de Lamas conquista a Taça de Portugal SM


 
A Final da Taça de Portugal de Seniores Masculinos decorreu no passado sábado, dia 18 de junho, no Sintético de lamas, num dia inteiramente dedicado ao hóquei integrado nas celebrações do dia Olímpico. Num jogo cheio de emoções e muito equilibrado, o Clube Futebol União de Lamas levou a melhor sobre a Associação Desportiva de Lousada e conquistou a Taça de Portugal, a oitava na história do clube.
 
Tal como já havia acontecido na final do Play Off do CNHC SM, equilíbrio, garra, luta e muito suor foram as palavras de ordem desta Final da Taça de Portugal. A formação de Lousada entrou dominadora e controlava a posse de bola, mas sem nunca conseguir finalizar as suas investidas. O CFU Lamas defendia bem e aproveitava os erros do seu adversário.
 
Aos nove minutos de jogo, numa jogada de contra-ataque muito bem desenhada, Flávio Pinto recebeu a bola na área e conseguiu o primeiro golo para o CFUL. Os lousadenses sentiram o golo e não foram capazes de manter os índices de concentração. O segundo golo do Lamas surgiria quatro minutos depois através de um canto-curto, com Flávio Pinto a bisar na partida.
 
O segundo golo do Clube Futebol União de Lamas acordou o Lousada que começou a jogar o seu jogo. Controlava melhor os ataques e falhava menos passes. Essa melhoria viria a converter-se em golo. O cronómetro assinalava catorze minutos para o fim da primeira parte, quando Bruno Santos introduziu a bola na baliza de Roberto Nogueira.
 
A segunda parte do encontro chegaria sem alterações no marcador, mas com uma mentalidade das equipas muito parecida com o que se viu na primeira parte. A ADL tentava exercer controlo no jogo, mas esbarrava constantemente no bloco defensivo adversário. Já o CFU Lamas estava confortável. A vantagem permitia gerir o jogo defensivamente e, aproveitando o adiantamento posicional do Lousada, lançar contra-ataques rápidos e eficazes.
 
O terceiro golo para a formação do Lamas chegaria ao minuto cinco da segunda parte, com André Rocha a dar o melhor seguimento a mais um canto-curto. Com o resultado cada vez mais desfavorável, a formação de Lousada lançou-se no ataque e reduziu para 3-2 por intermédio de José Santos.
 
A 15 minutos do fim da partida, na marcação de mais um canto-curto, o Clube Futebol União de Lamas ampliaria a vantagem para 4-2. Flávio Pinto dava o melhor seguimento a uma jogada ensaiada de belo efeito e fazia o seu terceiro golo da partida.
 
Os de Lousada apenas se podiam lançar no ataque e tentar concretizar as inúmeras ocasiões que iam criando, mas havia sempre algo que falhava no momento da finalização. O terceiro golo dos lousadenses surgiria a 5 minutos do final da partida. Bruno Santos assinou o golo da ADL que ainda dava alguma esperança.
 
A jogar contra o relógio, o nervosismo apoderou-se da formação de Lousada. O CFUL soube aproveitar e defendeu a vantagem com “unhas e dentes”. Não mais se viria a gritar golo no Sintético de Lamas. Com um resultado de 4-3 e um grande espetáculo de hóquei, o Clube Futebol União de Lamas conquistava a sua oitava Taça de Portugal.
 
 
 
 

YOUTUBE

youtube fph banner